o milagre da multiplicação 2.0

Share

você já deve ter visto os números: algumas centenas de usuários do digg são responsáveis pela maioria cavalar do conteúdo. no flickr, menos de meio por cento dos usuários publicam fotos. até na wikipedia a participação ativa é de uns 4% do total.
well.. o que isso quer dizer? que é difícil fazer o usuário colaborar ou… ou…?
ouça uma reflexão rápida sobre colaboração, engagement, e web 2.0

3 thoughts on “o milagre da multiplicação 2.0”

  1. Rene, legal esse podcast, mais um outro cenário que eu vejo é que o fato de você não precisar ser “o autor” dos dados inseridos no Wikipedia dá uma vantagem sobre o flickr, pois nele você “muito provavelmente” é o autor ;D
    Tá ae
    []s

  2. “cara de pau René de Paula falando…”?!?
    René, além dos geradores de conteúdo (que se dividem em geradores de conteúdo relevante e irrelevante), há também os replicadores e os copiadores… No final, sobra só uma pequena nata mesmo, como você falou.
    E a disponibilidade dessa nata? São tantos serviços, que fica difícil colaborar em vários e com o mesmo empenho. Esse negócio de web 2.0 trouxe a dispersão! =/

  3. René,
    Eu navego a esmo na Wikipedia usando o link Páginas aleatórias… e faço isso frequentemente quando não tenha nada para fazer… é meu substituto para o Discovery Channel. Hehehehe
    Abraço

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Share
Share