mundo mais que perfeito

Share

na escola ensinam a gente a resolver problemas assim: “numa superfície sem atrito dois corpos sem peso…” e por aí vai, como se o mundo só fosse perfeito se abstraíssemos as coisas incômodas.

well, apostar na idealidade tem um preço, até mesmo no nosso ofício. ouça algumas reflexões… imperfeitas

Leave a Comment

Share
Share