2 thoughts to “web 2.0: too much information?”

  1. Rene, Eu concordo em genero, numero e grau com esse topico. As pessoas se expoem ao extremo e depois usam desculpas para justificar a burrada cometida. Aqui nos USA as empresas ja usam o google, myspace, friendster, hi5, flickr e outros sites para escanear sua vida, antes mesmo de uma entrevista. Dependendo do que acham, nem te chamam quanto mais te contratam. Ate os blogs corporativos sao monitorados, no intuito de nao expor muito seu autor ou a empresa que ele representa. Eu mesma, tinha um blog, no qual escrevia um pouco sobre meu trabalho e vida pessoal em ingles, mas depois de um tempo, me liguei que aquele bando de informacoes poderia, em algum momento, ser usado contra mim. Aprendi minha licao… Adoro a usina, adoro seus podcasts, voce esta no itunes? se nao esta, deveria… []s!
    Roberta Belchior Serpa.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.