7 thoughts to “que tal virar o disco?”

  1. Gostei muito desse, René (apesar de antipatizar com o texto introdutório).
    Meu lado B está a mostra há bastante tempo, também. é assim que, mesmo desajuizadamente, ficamos mais livres de todas as expectativas que nós mesmos criamos em nós e nos outros. E conseguimos fazer das vitórias, vitórias (e não apenas o cumprimento de algo que já era esperado). Certo?

  2. acabei dando um tom sexista a essa introdução, você tem razão… mas fico feliz de que estejamos no mesmo barco e remando pro mesmo lado
    beijo
    rene

  3. Eita, mas mudar a história deixa o comentário sem contexto (gente, eu não sou louca! Foi o René que mudou a intro…)
    Mas ficou bem legal, agora. Beijão.

  4. eh vero, camila!
    o texto original, just for the record, era:
    se tem algo que eu espero para 2004 é… mais transparência. se os
    gurus do digimundo fossem tão transparentes quanto são as blusinhas e
    roupitchas das moçoilas, a vida seria tão mais bela…
    (vocês não imaginam como era a vida antes das transparências todas, um
    porre)
    meio sexista mesmo…

  5. Your pictures are great. casino online casino black jack cheap ultram prescriptions buy no online prescription viagra industrial synthesis of viagra

Leave a Reply