perdas e danos

Share

fotos de verdade amarelam, livros de verdade as traças comem, vídeos de verdade emboloram…
o bom do digimundo é que tudo é for ever young: nada envelhece, tudo se reproduz alegremente, é um shangri-lá perpétuo.
isso até você perceber que num piscar de olhos, teu patrimônio digital, tuas memórias mais queridas viram fumaça. ou nem isso.
se o conteúdo do teu HD é um patrimônio afetivo, um investimento emocional, ouça algumas reflexões de quem já enterrou alguns dados mortos

2 thoughts to “perdas e danos”

  1. rene,
    muito bacana sua colocação. Sabe que sempre tive uma preocupação extra com backup das minhas coisas. Depois que comprei meu gravador de DVD, faço backup mensal e arquivo por datas. a tranquilidade não tem preço.
    Pode paracer bizarro, mas eu e um amigo compartilhamos um esquema onde os dois guardam
    suas senhas em um lugar secreto e que só deve ser usado quando um dos dois vier a falecer.
    Sim coisa de doido, mas ficaria louco no céu (convencido, né :-)) se soubesse que parti
    desta para melhor e muitas das minhas coisas que crio, escrevo, registro se perdessem no digimundo ou nas entranhas do meu HD. Já pensou tudo que eu escrevo, tudo que ainda não mostrei a alguém se perdesse junto comigo…sei lá. tenho medo disso. Não que pssa interessar a alguém, mas acho que muita gente iria gostar de ler…..
    Criamos um esquema de revelação de coisas boas se algo trágico acontecer. Precisa ser um irmão de verdade, um amigo a cima de tudo para confiar uma tarefa destas.
    Não me chamem de maluco, por favor…e lembre-se da piada”…só Jesus salva…faz backup de tudo…”)
    Ps.: Gostei do novo formato em MP3.
    Abraços rene,
    Arley

  2. Já passei pela depressiva experiência de perder irreversivelmente a pasta Meus Documentos do computador por um erro humano. Deixei o computador parado por vários dias e repeti para mim mesmo: “Nunca mais vou trabalhar com essa joça! Anos de trabalho jogado fora.”
    Mas, quando minha depressão diminuiu, decidi procurar uma ferramenta que permitisse recuperar dados. Encontrei duas que me ajudaram a recuperar uns 70% do que tinha perdido. EasyRecovery e DocumentSnoop.
    Porém, em PDAs não sei se é possível fazer esse tipo de recuperação.
    Parabéns pelo audio-blog, Rene! Vou testar isso no meu blog também.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.