Orkut e a revolução sem sustos

Share


como diria o Milton Nascimento, a tecnologia tem que ir aonde o povo está 😀
do que adianta tecnologias revolucionárias que não saem à rua e cativam as massas? revolução intra-muros não tem graça nenhuma 🙂 e pra mim, revolução boa é aquela que é abraçada de peito aberto. e quem diria que uma revolução viria… do Orkut?
ouça meus vivas a essa grande sacada do Orkut: incluir feeds nas páginas de perfil

quer baixar o vídeo para o seu ipod? clique aqui

2 thoughts to “Orkut e a revolução sem sustos”

  1. Ola Rene, esse meu comentario é relativo ao seu ultimo podcast, contagiante nao quer dizer viral.
    Você foi num ponto chave do grande problema do podcast. Os “podcasters” estão sempre pedindo (ou implorando) por comentários, com pouco efeito. Nesses meus 3 anos de podcast, não consegui matar essa charada. Como fazer um podcast (episodio) viralizar?
    Para voce me ajudar a matar essa charada , vou responder suas perguntas:
    – Como vc escuta?
    R: Deixo meu software de RSS baixando automatico os podcasts. De manha , “espeto” o palm e sincronizo.
    Durante a vinda ao trabalho, ou no inicio dele, eu escuto os podcasts curtos. (o seu e os da CBN)
    -Como eu ajudo a viralizar um podcast?
    Eu não ajudo. No maximo eu indico o podcast no geral , mas nunca um especifico.
    -Como vc interage com um podcast?
    Raramente o faço. Costumo escutar apenas os podcast, e nunca consumir o site. Escuto o seu podcast, mas nunca vou ao site. (idem para CBN e tantos outros). Faço comentários raros quando o locutor pede alguma opiniao especifica, no qual penso que posso ajudar.
    -PQ pouca intereção?
    é como se eu pensasse: O produto diferencial desse site, é O podcast. Igual ao dele, não tem. O resto do conteudo “não deve” ser tão bom quanto outros sites onde o melhor produto é o conteúdo escrito, por ex.
    Escrevendo esses pensamentos soltos , vou tendo algumas respostas (interessante esse processo criativo)
    1) Eu comentaria mais , se o locutor me chamasse para participar de enquetes , opinioes especificas. Nada de “diz la o que vc está achando”
    2) Eu me sentiria reconpensado ao ouvir em um proximo programa , q minha opiniao ajudou a gerar algo. Como se fosse um participante de uma mesa redonda. Nesse caso , em um proximo programa , necessitaria de um retorno ao assunto , com juncoes de alguns pensamentos dos ouvintes. (talvez esse ponto nao combine muito com seu podcast)
    3) A forma q atualmente eu viralizo conteudo é apertando os botoes de DIGG IT (e seus genericos nacioais). Quando é podcast é mais complicado, pois eu preciso ir ao site e procurar o programa especifico, e só entao, votar. Veja q nesse caso especifico, eu nem achei o seu post especifico para comentar.
    Tlz se escutasse de vc algo como:
    Vote nesse podcast para sua comunidade predileta em: rodaeavisa.com.br/10/vote . Assim eu memorizaria o endereco e votaria no horario de almoco por ex.)
    Espero q vc aprofunde mais esse tema no futuro. Minhas ideias estao muito cruas.
    Que o RodaEavisa sirva de laboratório para experimentos sociais em podcast.
    abcs
    Diogo Lopes

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.