5 thoughts to “não tem como fugir de padrões?”

  1. Olá rene.
    ja mencionei em comentários anteriores que, se a qualidade de áudio algumas vezes é questionável, o “conteúdo”, pelo contrário, é sempre muito bom. Não acho que você deva abrir mão da espontaneidade e dos seus insights (é assim que se escreve?) em benefício da qualidade do áudio. Não imagino você sentado em frente a equipamentos “melhores” e gravando o roda&avisa com hora marcada… não seria mais o roda&avisa. Talvez, se voce criasse outro podcast com um tipo de releitura dos posts do roda&avisa, gravado com mais qualidade e tarará… mas isso ia demandar um tempo extra, que eu acho que você não tem.

  2. Olá, paz e bem!
    Deixa pra lá essa discussão meio Gestaltiana (será que posso escrever assim) e continue firme com seu conteúdo original e instigador.
    Viva o roda&avisa… Podcast AM ou Podcast Aqui&Agora causando ruído na blogosfera brasileira! Inovação é por aí. Essa é a tua forma!
    Abraços,
    Leo
    Guarujá, SP-BR

  3. não se preocupa com isso, não… seu podcast tem muita qualidade! independente da qualidade do audio…
    Abraço!

  4. Rene, minha câmera digital veio junto com uma cordinha para pendurar no pescoço (!). Já fiz um teste e a qualidade de som fica razoável, porque ela fica mais perto da boca sem precisar desocupar as mãos. Talvez você consiga adaptar alguma coisa aí com seu Ipaq parecida com isso.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.