indo além do “don’t be evil”: está na hora de “do the right thing”

Share

eu assumo: eu sou um cara que precisa ver um sentido maior no que faz. seja o salário que for, eu só topo um trabalho que tenha um propósito bacana: alavancar um ecossistema, ajudar profissionais a terem sucesso, dar visibilidade ao que merece ser conhecido e, sempre que possível, inspirar pessoas em prol de algo que faça diferença.

 

prefere a versão em audio mp3? clique aqui para ouvir ou baixar