há mais valores do que 0 e 1

Share

eu digo sempre: tecnologia por si só não tem sentido próprio. quem dá sentido ‘a tecnologia é quem a usa. cada povo, cada público se apropria da tecnologia à sua imagem e semelhança, IMHO.
legal, isso. democrático. mas quanto podemos esperar de transformação real se usamos tecnologia pra fazer mais do mesmo?
ouça uma reflexão muito pouco tecnológica e bastante – eu espero – humana sobre valores, ética e cultura. e tecnologia, claro.

One thought to “há mais valores do que 0 e 1”

  1. Boa Tarde René,
    Sou ouvinte do Roda & Avisa de longa data e um grande admirador seu.
    Quando comecei a escutar seu podcast tinha uma visão totalmente inversa da sua, acreditava na minha geração, achava que estávamos fazendo tudo certo mesmo que na maioria das vez pelo modo errado, que minha geração e eu iríamos revolucionar e essa revolução não seria transmitida pelos canais de mídia tradicionais. Desse conflito de visões que tirava minha diversão e já cheguei até bater boca com você pelo twitter nos primórdios da ferramenta, imputando-o adjetivos do tipo: saudosista, antiquado, “quadrado”, e outros do mesmo calão.
    Mas hoje mais amadurecido no alto dos meus 23 anos, percebo que você na grande maioria das vezes, estava certo sobre suas críticas ao mundo tecnológico atual. Suas idéias estão antenadas e sincronizadas com o cenário mundial e eu com minha ignorância e cegueira dogmática, resistia em querer “aceitar”.
    Peço um desconto, pois sabemos que o Ser Humano é resistente a mudanças.
    Mas voltando ao foco…
    Estou lendo a HSM Management desse mês [novembro/dezembro] que trás um dossiê super interessante sobre Redes Sociais e advinha qual o ponto conflitante entre todas as matérias?
    Isso mesmo, o Ser Humano! O Ser Humano e o item indispensável e necessário, plataforma de qualquer tecnologia.
    A seguir um recorte que fiz:
    “A tecnologia é o ponto de partida errado, por que muda rapidamente, e procurar acompanhar esse ritmo é como tenta subir num carrosel que gira em alta velocidade.”
    Além da cansativa citação do método POST.
    Agora percebo que estamos “realmente” fazendo tudo errado do modo certo e que cada vez mais falta o fator mais importante em nossas novas tecnologias, o fator HUMANO!
    Agradeço pela sua boa vontade de compartilha tamanha sapiência via podcast, e enquanto você estiver falando dai estaria escutando daqui!
    =]

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.